Empreendedorismo

Inovação

Inovação 02
Fonte: Instagram Revista Exame

Há alguns meses eu escrevi um post pedindo uma ajuda dos leitores aqui do blog e a Marcela do Personal Cooking me mandou o seguinte comentário:

Flávia, adorei o texto! Além de nos fazer refletir e de nos fazer a pergunta, onde errei e onde acertei? Mas confesso que adequar os seus produtos e serviços para públicos diferentes, é como se reinventar a cada dia, adequar, pesquisar, testar, perguntar … Mas estou começando a crer que isso é para sempre kkkk faz parte do processo. O que você acha, Flávia? Dá para mudar/ adequar sem reinventar a roda … tudo de novo? Obrigada! Beijos

De acordo com o dicionário, inovação é aquilo que é novo, coisa nova, novidade. Mas eu confesso que não sou especialista em inovação afinal, nada se cria, tudo se copia não é mesmo? (risos)

Referente à pergunta, eu realmente acredito que devemos nos manter em movimento estudando, aprendendo e nos tornando uma melhor versão de quem somos. Quando terminei o meu MBA eu dizia que nunca mais ia estudar, que tola! Foi aí que comecei a estudar de verdade. Porém com umas diferenças, hoje os meus estudos são considerados informais e são totalmente focados no melhor desenvolvimento do meus trabalho e da minha pessoa.

Agora, se há necessidade de se reinventar a roda? Não! É só encontrar novas formas de se utilizar a roda! O que eu quero dizer é que não é necessário inventar um produto completamente novo para cada grupo diferente de clientes, basta adaptar o que você já tem.

Inovação 01
Fonte: Instagram Vem pra Vem

Devemos levar em consideração o nicho que resolvemos atuar (já falei sobre isso aqui e aqui), às vezes um mesmo produto com uma outra apresentação ou uma nova forma de se comunicar com o cliente já serão suficientes para transformar o velho em novo.

É muito comum vermos empresas reformulando embalagens e logomarcas para se adaptar à novas tendências, a mudança de posicionamento das cervejarias em suas campanhas, o lançamento de computadores coloridos há alguns anos são todos inovações, porém não podemos dizer que são a invenção da roda, mas como eu disse antes, são apenas novas formas de utilizar a roda.

Esteja atento ao seu cliente, às tendências do mercado e procure ser flexível se adaptando aos novos cenários que irão surgir, esta é a minha sugestão.

Se você, assim como a Marcela, tem alguma dúvida ou quer compartilhar alguma situação, deixe um comentário aqui ou envie um e-mail para flavianetto@flavianetto.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s